sexta-feira, 30 de março de 2012

Fabio Silveria

Boa tarde galera, e hoje a entrevista do mês é com o Fabio Silveira, 31 anos, nasceu no ano em que o Rock Nacional começava a dar seus primeiros passos de forma grandiosa e única. Todas suas influências são das bandas que se tornaram símbolos do Rock naquela época, mas de todas a maior influência é da genialidade impar de Renato Russo. A forma como ele se comunicava através das letras e a sinceridade, isso o ajudou a desenvolver as suas composições. É músico desde os 15 anos profissionalmente, começou tocando bateria mas logo foi para o violão e teclado e começou a cantar logo depois. Hoje ainda acredita na verdadeira música, acredita que podemos ser reconhecidos fazendo um trabalho de qualidade. "O Brasil necessita dar continuidade ao Rock Nacional porque ainda tem muito o que ser dito mas quando se diz a verdade poucos estão dispostos a escutá-la." - Fabio Silveira.


quarta-feira, 28 de março de 2012

Vergonha x Medo

Estive pensando esses dias, como muitas vezes achamos que a vergonha e o medo são parecidos, mas na verdade são coisas totalmente diferentes, dependendo da situação.
Muitas vezes para encobrir o medo, falamos que estamos com vergonha e fugimos de alguma situação, mas na verdade o medo que habita em nós é maior que a vontade de encarar e seguir em frente!
O medo é aquilo obscuro, no qual procuramos fugir, onde procuramos esquecer, mas muitas vezes ele nos persegue, e não conseguimos seguir em frente por conta dele.
Já a vergonha, nada mais é do que a falta de coragem de encarar os fatos, e ficar sem graça em determinadas situações.


Tanto o medo, tanto a vergonha podem ser superadas, basta apenas termos força de vontade e encarar os fatos como são!
E mesmo parecendo que algo seja impossível, devemos seguir em frente com a cabeça erguida, e encarar os fatos como eles são, afinal a vida é muito curta para nos arrependermos!

terça-feira, 27 de março de 2012

#RenatoRusso52Anos


E hoje, dia 27 de março de 2012, era para ser o aniversário de 52 de um dos maiores cantores do rock dos anos 80/90. Sim Renato Manfredini Júnior, era carioca, morou nos Estados Unidos quando criança, e depois se radicou a Capital Federal (Brasília), onde compôs e deixou uma grande marca, que vive até hoje.
Pois mais que um simples homem, Renato escrevia versos/musicas que se adéquam de uma forma ou de outra a fatos do cotidiano, onde nos identificamos na maneira que interpretarmos e conseguirmos sentir o verdadeiro significado da canção.
Nenhuma pessoa igual a ele pode descrever tão bem e fazer canções tão vivas que vivem e mostram a realidade até hoje. Ninguém foi tão firme e forte, a ponto de falar a realidade, criticar o governo e expor seus ideais, e ainda conseguir uma multidão de fãs. Ah sim, não apenas Renato Russo era o sucesso, e sim a Legião Urbana como um todo, porém, ele se destacava no meio das multidões, e tenho um grande carinho e respeito a ele, e cai entre nós Renato era um sucesso a parte. (risos)
 Poderia hoje, falar sobre ele o dia todo, poderia reescrever sua biografia, poderia falar de suas canções, porém acho que muitas vezes algo simples e objetivo, escrito com carinho e sinceridade valem muito mais que qualquer texto gigante, que escrevem por ai, e não tem uma razão e nem um objetivo determinado!
Enfim, hoje só quero deixar a minha homenagem, talvez a saudade e a falta de oportunidade também de não poder conhecer pessoalmente um dos meus grandes ídolos.
E há quem diga que ainda sou muito nova para ter tanta admiração assim por Renato e sua Legião, mas esse é um texto a parte que qualquer dia ainda conto para vocês de onde surgiu essa paixão ...

(Imagem Legionando )

sexta-feira, 16 de março de 2012

Alex Capuano


E hoje a entrevista é com o Alex Capuano, brasileiro, paulistano, 37 anos, casado com Priscila e pai do Henry, estudou Sociologia e Política na Escola de Sociologia e Política de São Paulo, onde atuou no movimento estudantil como presidente do Centro Acadêmico Florestan Fernandes. Trabalhou na Agência de Bacia Hidrográfica do Alto Tietê, no Instituto Observatório Social, período em coordenou o projeto Conexão Sindical e teve a oportunidade de dar cursos, palestras e participar de atividades como o Fórum Social Mundial, em quase todos os estados brasileiros e com alguma atuação internacional (Paraguai, Colômbia, Peru, África do Sul e Alemanha), atualmente é assessor na CUT - Central Única dos Trabalhadores. Realiza desde 2007 um trabalho comunitário na Associação Amigos do Parque São Francisco, Jardim Figueiredo e Adjacências e teve participação na organização da Conferência Municipal de Juventude, que por fim desenrolou na participação de jovens ferrazenses nas conferências estadual e nacional. Espero que curtam a entrevista, e conheçam um pouquinho mais sobre o Alex! Obrigada Alex pela oportunidade da entrevista, e por sempre estar passando uma lição de vida para todos nós!


quarta-feira, 14 de março de 2012

A vida ...


Ah o blog ficou um pouquinho “abandonado” essa semana, pois a vida está corrida, e quem disse que ela seria fácil? Apenas tem que ser vivida e feita a cada instante como o único! Afinal, não sabemos o dia de amanhã não é mesmo?  
Estudos e mais estudos a cada dia que passa, mas com força de vontade e determinação conseguimos chegar aonde queremos, e se corrermos atrás, com certeza os objetivos serão alcançados!
Hoje queria falar um pouquinho de tudo, mas ao mesmo tempo não me veio nada à cabeça, apenas a vontade de passar um pouco da correria para vocês, e poder compartilhar um pouquinho de determinação e força de vontade que temos que ter muitas vezes para ser alguém nada vida!
A meu ver, devemos pensar no hoje para colhermos algo de bom amanhã, nada como a juventude para sairmos, estudarmos e pensarmos sobre o que realmente queremos na vida, e sobre o caminho que queremos seguir.
Enfim, hoje deixo uma mensagem e uma frase linda que adoro: 

"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos." - Charlie Chaplin.

sexta-feira, 9 de março de 2012

Claudio Squizato

Bom galera, e hoje a entrevista veio um pouquinho mais tarde, mas é com uma das figuras que mais admiro da minha cidade, pela competência e eficiência do seu trabalho. Espero que curtam a entrevista e que conheçam um pouquinho mais sobre o Claudio Squizato! Ah e obrigada Claudio pela oportunidade!

quinta-feira, 8 de março de 2012

Ah mulher ...


Ahh a mulher...
Pessoa difícil de descrever, mais difícil ainda de entender.
Ser mulher pode parecer fácil, pode parecer não ter complicações, mas só quem é mulher pode contar realmente como é.
É algo muito gratificante, mais ao mesmo tempo dolorido.
Temos momentos felizes, aturamos filhos rebeldes, amores não correspondido, amigos infiéis, cuidamos da casa, da família e ainda arrumamos um tempo para ir no salão, as compras e alegrar o próximo.
Sim, ser mulher é algo magnífico, difícil de descrever tudo. Nós conseguimos fazer várias coisas ao mesmo tempo, conseguimos ficar de bom humor depois de um dia estressante, conseguimos andar de salto o dia todo, e de noite sair para jantar com alguém que gostamos de verdade, conseguimos sorrir depois de uma noite de choro...

terça-feira, 6 de março de 2012

O lado do bem


Os dias passam, as noites passam...
Mas muitas, e muitas vezes só precisamos de momentos de sossego, momentos de paz, e momentos quietos, para pensamos e refletirmos sobre o que realmente queremos.
No nosso cotidiano, muitas pessoas passam, muitas pessoas seguem o mesmo caminho que o nosso, muitas pessoas nos acompanham e estão do nosso lado sempre...
Mas a duvida de hoje é: Será que damos o valor verdadeiro para as pessoas que estão ao nosso redor? Será que valorizamos realmente as pessoas que merecem o devido valor?
Se pararmos e pensarmos, quantas pessoas passam ao decorrer do nosso dia na nossa frente? Quantos rostos novos vemos diariamente?
E mesmo com muitas pessoas, ali a toda hora do nosso lado, acabamos que em certos momentos nos sentimos sozinhos, sem ninguém para poder confiar, ou contar algo que aconteceu, e você precisa desabafar.
Muitas pessoas podem passar ao longo de nossas vidas, mas sempre temos que tomar um devido “cuidado” para ver quem realmente permanece nela, pois é muito fácil as pessoas se passarem por amigos, e na hora que mais precisamos são os primeiros a “saírem fora” e não estar nem ai com a situação.
Devemos pensar e analisar, quem realmente está ao nosso lado, e quem realmente só está com a gente por interesse. E no meu ponto de vista, devemos “excluir” da nossa lista de amigos, aqueles que se passam por amigos apenas nas horas de alegria! Devemos sim “praticar o desapego” em determinadas “amizades”.
“Um falso amigo é mais temível que um animal selvagem; o animal pode ferir o seu corpo, mas um falso amigo irá ferir sua alma.” – Buda.
Pense nisso! 

quinta-feira, 1 de março de 2012

Angelita Aparecida

Bom galera, hoje a entrevista vai ser adiantada um pouquinho, por problemas particulares, e é com uma amiga minha que conheci em um grupo do facebook, ela vai operar esse mês de uma doença pouco conhecida, achei interessante divulgar a trajetória de vida dela, pois realmente vi que ela não se deixa abater com os problemas e segue a vida sempre com a esperança do melhor. E espero poder compartilhar também um pouquinho de informações sobre essa doença que é pouco conhecida chamada acalásia. Espero que curtam essa nova entrevista com a Angelita, e fiquem ligados nas entrevistas semanais, quem sabe o próximo não pode ser você?