quinta-feira, 26 de julho de 2012

Conto legionário: Quase sem querer

Quase Sem Querer me pego olhando para o futuro, e imaginando como seria a vida sem amigos ao meu lado, sem uma família apoiando, sem segredos revelados, sem conversas guardadas, sem amores passados...
Vejo-me em um futuro diferenciando o passado, com histórias longas para contar, com momentos únicos, risos por lembranças, choros de alegrias, lembranças que jamais serão apagadas, e pensando sempre como um dia eu poderia deixar de acreditar que dias melhores estariam por vim?
Foi quase sem querer que me apaixonei, foi quase sem querer que conheci amores e amigos de verdade, foi quase sem querer que penso que o amanhã só depende exclusivamente do hoje.
Me pego a pensar: Se foi quase sem querer, teve um por que, em alguma hora teve também uma explicação, se foi quase sem querer teve um querer mais forte, que talvez por isso me fez crer para um dia acontecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário